Ideias na Mesa - Blog


postado por Marina Morais Santos em Quinta-feira, 30 de Março de 2017

O padrão alimentar tradicional brasileiro é uma beleza: arroz, feijão, carne, salada e vegetais são um almoço completo e delicioso! Temos ótimos hábitos como os momentos de socialização com o nosso cafezinho, nossa infinidade de variações de verduras refogadas, batidinhas e ensopadas, além de culinárias regionais muito ricas! Mas isso não siginifica que não podemos aprender com outras culturas hábitos para deixar o nosso dia a dia ainda mais cheio de saúde, prazer e equiilíbrio! Hoje, selecionamos 5 hábitos alimentares saudáveis de outros países para pegarmos emprestados por aqui! 

1) Japão: comida tem que ser gostosa e BONITA.

A culinária japonesa tem grande ênfase na apresentação de seus pratos! Porções pequenas, apresentações minimalistas e com alimentos coloridos como vegetais da estação aumentam o apelo visual das preparações! Pratos tradicionais como sushi, sukiyaki, soba, udon e sashimi são lindas construções com cores, sabores e texturas! Preparar alimentos e se preocupar com a aparência deles é uma ótima estratégia para fazermos da experiência de comer algo ainda mais prazeroso, afinal, comemos também com os olhos, certo?

Aprenda com os japoneses: use vegetais e frutas da estação para deixar seus pratos mais coloridos e bonitos e escolha porções pequenas para um visual minimalista.

2) França: coma comida de verdade, sem culpa.

Os franceses adoram boa comida: queijos, pães, chocolates, sobremesas, pratos tradicionais feitos com bastante manteiga e creme de leite fresco. Assim, este povo costuma associar a comida com prazer primeiro, sem pensar demais nos nutrientes que elas possuem. Nos Estados Unidos, por exemplo, a história é diferente: os americanos, que tem índices de obesidade e doenças crônicas muito mais altos do que os dos franceses, estão muito mais preocupados com os aspectos nutricionais dos alimentos. Nos EUA, uma sobremesa lembra primeiramente culpa, enquanto na França, a ideia que vem à mente quando se fala dessas delícias é a de prazer, festa, comemoração. 

Com essa mentalidade, os franceses são capazes de comer pratos tradicionais como confit de pato, macarrons e queijos artesanais com o mesmo prazer que consomem deliciosas frutas e hortaliças sazonais e locais. Tudo com moderação e sempre com prazer!

Aprenda com os franceses: coma comida de verdade, feita com ingredientes justos, sustentáveis, locais e gostosos, sempre com moderação e nunca com culpa. 

3) Etiópia: partilhe as refeições.

Na Etiópia, comer é quase sempre um ato comunitário! A comida é servida em um grande prato com o Injera, um pão tradicional feito com farinha de tefe, uma gramínea comum da região. Come-se com as mãos e o Injera é usado no lugar dos talheres, para pegar os vegetais, molhos e ensopados servidos. Os etíopes tem até o hábito de darem de comer um pouco de injera uns aos outros: o nome desse ato que simboliza amizade e amor é Gursha (ou goorsha ou gorsha) e acontece quando alguém enrola o injera com um pouco de comida com sua mão direita e oferece esse alimento direto na boca para outra pessoa. 

Aprenda com os etíopes: faça suas refeições com amigos e família, dividindo não somente comida, mas também amor!


 

4) Índia: use especiarias, temperos e tudo o que tiver direito! 

A culinária indiana é vibrante, alegre e muito bem temperada! Na Índia, os temperos e especiarias adicionam cor, sabor, aroma e muita saúde aos pratos. Gengibre, pimentas, açafrão-da-terra, cebola, alho, cardamomo, cominho, tamarindo, sementes de coentro e de mostarda, canela e cravo são utilizados separadamente e também em misturas tradicionais como o curry e o garam masala. Esses elementos são tão importantes na cultura indiana, que cada região ou até mesmo cada família cria sua própria mistura de especiarias e temperos, que dá uma personalidade única aos pratos. Essas receitas são geralmente passadas de geração em geração e tem grande valor afetivo!

Aprenda com os indianos: não tenha medo de criar suas combinações de temperos e especiarias, e não se esqueça de dividir essas receitas com a sua família! Comida constrói a nossa identidade também!

5) Coreia do Sul: respeite os mais velhos.

A culinária da Coreia do Sul é rica e cheia de história! Os pratos são feitos com deliciosos vegetais frescos, grãos, leguminosas e carnes, além de preparados fermentados extremamente vivos, sabororos e tradicionais como o kimchi. Mas o que mais chamou nossa atenção em relação aos hábitos alimentares coreanos é como o ato de comer em conjunto oferece mais uma oportunidade de demostrar respeito, oportunidade essa que os coreanos sempre aproveitam! Lá é um sinal de honra e respeito deixar que os mais velhos se sirvam antes dos mais novos, costume tradicional difundido até hoje. 

Aprenda com os coreanos: o jeito de ser comportar a mesa pode demostrar respeito também! Demostre amor, respeito e honra aos mais velhos oferecendo a eles os alimentos antes de se servir! Essa é uma lição muito legal de altruísmo para ensinar para as crianças também!



Observatório Opsan UNB
facebook
twitter
Layout e programação do site Identidade visual
Faça o ligin para continuar!

clique aqui