Uma abordagem proposta para identificar e monitorar sistematicamente a atividade política corporativa da indústria de alimentos com respeito à saúde pública usando informações publicamente disponíveis

As dietas não saudáveis representam um dos principais fatores de risco para as doenças não transmissíveis. Atualmente, existe o risco de que a influência política da indústria de alimentos resulte em políticas de saúde pública que não equilibram adequadamente os interesses públicos e comerciais. Este trabalho tem como objetivo desenvolver um quadro para categorizar a atividade política corporativa da indústria de alimentos em relação à saúde pública e propõe uma abordagem para identificá-la e monitorá-la sistematicamente. O quadro proposto inclui seis estratégias utilizadas pela indústria de alimentos para influenciar as políticas e os resultados da saúde pública: informação e mensagens; Incentivo financeiro; Construção da opinião pública favorável; Medidas legais; Substituição de políticas; Fragmentação e desestabilização da oposição. A atividade política corporativa da indústria de alimentos poderia ser identificada e monitorada através de dados publicamente disponíveis provenientes do próprio setor, governos, mídia e outras fontes. A abordagem de monitoramento proposta deve ser testada em diferentes países, como parte dos esforços para aumentar a transparência e a responsabilidade da indústria alimentar. Esta abordagem tem o potencial de ajudar a corrigir qualquer desequilíbrio de interesses e Contribuir para a prevenção e o controle das doenças não transmissíveis.

Ver todos os Artigos
Observatório Opsan UNB
facebook
twitter
Layout e programação do site Identidade visual
Faça o ligin para continuar!

clique aqui