Ideias na Mesa - Blog


postado por Rafael Rioja Arantes em Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2016

A equipe de colaboradores do Ideias na Mesa voltou com força total em 2016 e já preparamos receitas práticas deliciosas, saudáveis e sustentáveis cheias de conteúdo para este ano!

O quadro de hoje é dedicado a tornar sua alimentação mais saudável e natural se livrando de um produto ultraprocessado muito utilizado dentro de casa: Preparado de caldo de carne/legumes conhecidos como ”realçadores de sabor”. A receita de hoje foi testada e enviada por Gisele Fernandes, estudante de arquitetura que busca uma alimentação mais natural.  

CALDO DE FRANGO NATURAL

Ingredientes:

Carcaça de 1 frango
4L de agua
3 Talos de salsão
1 Talo de alho poró
1 Cenoura
1 Cebola
3 Ramos de alecrim
1 Ramo de tomilho
4 dentes de alho
2 folhas de louro
Pimenta em grãos e pitadas de sal

Como fazer:

    1. Reserve a carcaça de um frango inteiro e utilize para o caldo
    2. Colha os temperinhos que tiver em casa e compre os demais ingredientes preferencialmente em feiras orgânicas/agroecológicas
    3. Descasque apenas a cebola e a cenoura e corte os ingredientes maiores em metades   
    4. Coloque tudo na panela e despeje a água ainda fria
    5. Deixe em fogo alto até ferver e diminua o fogo de forma que fique levemente borbulhando
    6. Ferva com a tampa na panela por aproximadamente 3 horas mexendo ocasionalmente
    7. Espere esfriar e coe em uma peneira
    8. Guarde em recipientes e leve ao congelador

via GIPHY

 

Dicas!

Este caldo pode tanto ser utilizado na hora como base para risotos quanto congelado e acrescentado em preparações futuras. O mesmo processo pode ser utilizado para produzir caldos de carne, peixe ou apenas de vegetais, basta usar carcaças de peixe (ou cascas de camarão) e ossos e miúdos de carne bovina;

Em relação ao passo 1: Se programe para quando consumir um frango inteiro aproveitar a carcaça para o caldo, além de diminuir o desperdício ossos a miúdos dão o sabor da preparação;

Em relação ao passo 6: Além do tempo, um bom indicador de que está pronto é quando o caldo engrossa e os vegetais perdem a cor; 

Escolhemos o Caldo de Frango Natural como a receita de hoje pois ao preparar a versão caseira, você torna sua alimentação mais saudável por não consumir alguns ingredientes comumente encontrados no caldo industrial como gordura vegetal, condimento preparado, realçadores de sabor glutamato monossódico, aromatizantes e corantes. 


 

Para além desta receita é mportante entender o que vem a ser um produto “ultraprocessado” e porque devemos excluí-los de nossa alimentação. O Guia Alimentar para População Brasileira os define da seguinte forma:

“São formulações industriais feitas inteiramente ou majoritariamente de substâncias extraídas de alimentos (óleos, gorduras, açúcar, amido, proteínas), derivadas de constituintes de alimentos (gorduras hidrogenadas, amido modificado) ou sintetizadas em laboratório com base em matérias orgânicas como petróleo e carvão (corantes, aromatizantes, realçadores de sabor e vários tipos de aditivos usados para dotar os produtos de propriedades sensoriais atraentes). Técnicas de manufatura incluem extrusão, moldagem, e pré-processamento por fritura ou cozimento”.

Os malefícios destes alimentos são:                  

“Eles são nutricionalmente desbalanceados por conta de sua formulação e apresentação e tendem a ser consumidos em excesso e a substituir alimentos in natura ou minimamente processados. As formas de produção, distribuição, comercialização e consumo afetam de modo desfavorável a cultura, a vida social e o meio ambiente”.

O conceito de alimentos in natura, processados e ultraprocessados está presente nos diversos grupos alimentares, e o Guia Alimentar define como a Regra de Ouro que se prefira sempre alimentos in natura ou minimamente processados e preparações culinárias a alimentos ultraprocessados.

As figuras a seguir ilustram alguns exemplos destes três tipos de alimentos:

Gostou? Tentou e algo deu errado? Compartilhe sua experiência na cozinha conosco publicando a foto da receita com as hashtags #receitafotografica, #comidadeverdade e #ideiasnamesa no Instagram e Facebook.

Perdeu a receita passada? Confira aqui. 




Observatório Opsan UNB
facebook
twitter
Layout e programação do site Identidade visual
Faça o ligin para continuar!

clique aqui