Ideias na Mesa - Blog


postado por Rafael Rioja Arantes em Terça-feira, 16 de Agosto de 2016

A Nutricionista do IDEC Ana Paula Bortoletto foi a convidada para falar sobre agrotóxicos no projeto “De Olho nos Ruralistas” do Observatório jornalístico sobre o agronegócio no Brasil.  

Ana iniciou sua fala comentando a respeito da presença de resíduos de veneno em uma expressiva quantidade e variedade de frutas e hortaliças em todos os estados brasileiros. Ela alertou ainda para o fato de que não apenas alimentos in natura apresentam concentrações elevadas, mas até mesmo produtos processados como geleias e possivelmente a cerveja e vários outros que utilizam o milho transgênico como subproduto. Nesse aspecto, Bortoletto destaca que o monitoramento realizado pelo PARA é fundamental mas precisa ser fortalecido e ampliado. O glifosato por exemplo, principal veneno utilizado nas lavouras não é monitorado.

A nível governamental, a nutricionista diz que é uma questão de priorização de agendas. A agroecologia e a produção orgânica e planos como o PAA, PNAE e o PARA são iniciativas que visam aumentar a produção de base sustentável em oposição ao agronegócio predatório. Outro ponto importante mencionado, é o papel da mídia e o monopólio das informações. Segundo Ana, mídias alternativas são cruciais para falar sobre alimentos orgânicos e principalmente denunciar os prejuízos do agronegócio, uma vez que as mídias tradicionais além de financiadas por este setor, fazem campanhas massivas para criar uma imagem mais positiva omitindo os agravos por ela causados. Um exemplo atual é a exibição diária em horário nobre da campanha do agronegócio exibida na rede globo.

Assista o programa na íntegra:   


 

 



Observatório Opsan UNB
facebook
twitter
Layout e programação do site Identidade visual
Faça o ligin para continuar!

clique aqui