Ideias na Mesa - Blog


postado por Ana Maria Thomaz Maya Martins em Quarta-feira, 03 de Agosto de 2016

Hoje, o [Biblioteca do Ideias] vem apresentar uma revista científica que reflete uma temática que muito nos interessa: Segurança Alimentar e Nutricional (SAN)". 

Passada a Conferência Nacional de SAN, em 2015, continuamos o trabalho para garantia do Direito Humano a Alimentação Adequada, promovendo Segurança Alimentar e Nutricional. Assim, parece oportuno dar voz e dialogar com as organizações sociais que atuam e militam nesses contextos. A SAN é seguramente uma temática, de âmbito nacional e internacional, que abrange um número expressivo e diversificado de organizações e movimentos sociais que enfrentam os múltiplos e cotidianos problemas gerados pela ausência de garantia de acesso regular e permanente a alimentos de qualidade e em quantidade suficiente. Esses segmentos buscam ter uma atuação participativa e de destaque nas arenas de debates, contribuindo para a formulação de políticas públicas sociais voltadas para a materialização do direito humano à alimentação adequada (DHAA) e para a conquista da soberania alimentar.

O conjunto de ações e programas que constituem a política de SAN, apesar de ainda insuficientes, tem avançado e se tornado mais concretos, com resultados mais efetivos. O combate à fome e à insegurança alimentar, amparado por programas de transferência direta de renda, acarretou a saída do Brasil do mapa da fome, divulgado pelo Relatório 2014 da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura - Brasil (FAO), considerado um resultado positivo nesse panorama. Entretanto, os desafios ainda são grandes, a fome persiste nos grupos mais vulneráveis, como crianças e comunidades tradicionais, e as doenças advindas da alimentação inadequada, como a obesidade, se alastram e se agravam.

Assim, dar visibilidade às questões pertinentes à materialização da segurança alimentar e nutricional como um direito humano à alimentação adequada e a garantia da soberania alimentar parece fundamental na perspectiva de avançar nesta construção. A concretização desse direto no Brasil e no mundo é um pressuposto da justiça e da igualdade social, do fortalecimento da democracia e uma condição inegociável para conquista da cidadania. Esse é o propósito com o tema e os textos apresentados. 

Os títulos dos artigos que compõem a Revista são:

- PANORAMA DA AGRICULTURA URBANA E A CONSTRUÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS NO BRASIL (página 7)

- O JUÇAÍ E SUAS INÚMERAS POSSIBILIDADES DE APROVEITAMENTO ALIMENTAR (página 18)

- COMIDA: ESSE DIÁLOGO SEM PALAVRAS (página 23)

- APLICAÇÃO DA ESCALA BRASILEIRA DE INSEGURANÇA ALIMENTAR EM POPULAÇÕES INDÍGENAS: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA (página30)

- DOENÇA CELÍACA – PROPOSTAS PARA A REDUÇÃO DOS CUSTOS DA ALIMENTAÇÃO E MELHORA DO PERFIL NUTRICIONAL DO CELÍACO (página 36)

- DESAFIOS PARA A REPRESENTAÇÃO DA UNIVERSIDADE NO CONTEXTO DA SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL (página 42)

- OBESIDADE E O PESO DO INTERESSE DO CAPITAL (página 55)

- CONFERÊNCIAS DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL NO BRASIL: caminhos para a garantia do direito humano à alimentação adequada e soberania alimentar em uma conjuntura de crise política e econômica (página63)

Além de artigos você vai encontrar uma entrevista com Rosa Maria Cordeiro Alvarenga, Presidente do CONSEA do Rio de Janeiro, no biênio de 2013/2015. 

E aí, ficou animado para mergulhar um pouquinho mais na SAN e enfrentar novos desafios? 

Para acessar a Revista completa clique aqui!



Observatório Opsan UNB
facebook
twitter
Layout e programação do site Identidade visual
Faça o ligin para continuar!

clique aqui