Ideias na Mesa - Blog


postado por Rafael Rioja Arantes em Quarta-feira, 27 de Abril de 2016

Você sabia que o Ideias abriu um espaço específico para o compartilhamento de trabalhos de conclusão, teses e dissertações em educação alimentar e nutricional? Alguns materiais já estão disponíveis, e hoje compartilhamos a dissertação de mestrado da Mariana Carvalho de Menezes.

No embasamento de sua dissertação, Marina ressaltou os estudos que revelam o aumento da contribuição de gorduras totais e saturadas na dieta da população e seus malefícios, demonstrando a necessidade de intervenções nutricionais que visem uma mudança comportamental. Ela relatou ainda que até o momento de sua pesquisa não existiam iniciativas com este enfoque no Brasil.

Menezes analisou a composição e percepção corporal de 71 mulheres do Serviço Público de Promoção da Saúde de Belo Horizonte-MG com base no Modelo Transteórico (MT). Em seu estudo, foram desenvolvidas além do acompanhamento nutricional e prática de atividade física, oficinas de educação alimentar e nutricional para todos os participantes. Em relação ao grupo intervenção, foram ministradas oficinas extras sobre o consumo de óleos e gorduras.

As atividades de educação alimentar e nutricional foram feitas de forma coletiva e focadas na construção de conceitos que pudessem ser aplicados no cotidiano de suas rotinas. Os temas abordados levaram em consideração os interesses e conhecimentos prévios do grupo acerca do tema alimentar, e dentre eles, falou-se a respeito de planejamento de cardápios, compra de alimentos e leitura de rótulos. Para qualificar as intervenções, materiais divulgados pelo Ministério da Saúde como o Guia Alimentar, Caderno de Atenção Básica da Obesidade entre outros foram utilizados juntamente com materiais lúdicos e educativos. Para o grupo intervenção (GI), foram ministradas intervenções extras com enfoque no consumo de óleos e gorduras e classificação de acordo com o MT.

Após a intervenção, participantes do GI apresentaram melhora na percepção corporal, redução de peso e Índice de Massa Corporal (IMC), e diminuição do consumo de calorias e de alimentos ricos em gorduras. Em relação ao modelo transteórico, também foi observado uma mudança positiva de atitude e progressão dentro do modelo.

O estudo concluiu que as intervenções e atividades de educação alimentar e nutricional promoveram uma redução no consumo de calorias e alimentos ricos em gorduras, peso e uma melhoria na percepção corporal. 

Leia a íntegra da dissertação


Tem um trabalho de conclusão de curso, dissertação ou tese na área de educação alimentar e nutricional? Faça o cadastro e envia pra gente! 



Observatório Opsan UNB
facebook
twitter
Layout e programação do site Identidade visual
Faça o ligin para continuar!

clique aqui