Ideias na Mesa - Blog


postado por Débora Castilho em Quarta-feira, 26 de Agosto de 2015

O [Biblioteca do Ideias] traz hoje, o artigo cientifico “Participação crescente de produtos ultraprocessados na dieta brasileira (1987-2009)”, escrito por Ana Paula Bortoletto Martins e colaboradores. O artigo traz a análise dos dados provenientes da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) realizadas no Brasil em 1987-1988, 1995-1996, 2002-2003 e 2008-2009. O objetivo principal do estudo foi estimar as tendências temporais do consumo domiciliar de itens alimentícios no Brasil, levando em conta a extensão e o propósito do seu processamento industrial.

“Produtos ultraprocessados possuem características peculiares que favorecem o consumo excessivo de energia, como sua frequente comercialização em grandes porções, sua hiperpalatabilidade, sua longa duração e facilidade de transporte, que facilitam o hábito de comer entre refeições e fazer lanches (snacking), além de sua agressiva promoção por meio de persuasivas estratégias de marketing.”

“Estudos em diferentes países mostram que o conjunto dos produtos prontos para o consumo, processados ou ultraprocessados, é mais denso em energia, tem maior teor de açúcar livre, sódio, gorduras totais e gorduras saturadas, e menor teor de proteínas e fibras quando comparados a alimentos in natura ou minimamente processados, combinados a ingredientes culinários.”

No artigo, além da análise da POF, discute-se também sobre a relação do aumento da produção e consumo de alimentos ultraprocessados com a atual pandemia de obesidade e de doenças e agravos não transmissíveis.

Acesse a Biblioteca do Ideias e leia o artigo na íntegra!

Saiba mais sobre Educação Alimentar e Nutricional por meio de vários artigos científicos, publicações, cursos e vídeos, compartilhados através da Biblioteca do Ideias! Não deixe de conferir esse rico acervo!



Observatório Opsan UNB
facebook
twitter
Layout e programação do site Identidade visual
Faça o ligin para continuar!

clique aqui