Ideias na Mesa - Blog


postado por Débora Castilho em Quarta-feira, 03 de Junho de 2015

O [Biblioteca do Ideias] de hoje traz  o recente lançamento do Ministério da saúde, o  “Marco de Referência de Vigilância Alimentar e Nutricional na Atenção Básica”, que foi lançado em abril deste ano. O material foi elaborado pela Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição (CGAN/DAB/SAS/MS) para qualificar as ações da Atenção Nutricional do SUS. 

 

 

O Marco objetiva apoiar profissionais e gestores para a organização da Vigilância Alimentar e Nutricional (VAN) na Atenção Básica (AB) e refere-se às equipes como um leque maior de modelagens para as diferentes populações e realidades do Brasil. Além dos modelos tradicionais de atenção básica e dos diversos formatos da Estratégia Saúde da Família, também são considerados integrantes das equipes de AB os profissionais dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Nasf), os Consultórios na Rua, as equipes de Saúde da Família para o atendimento da população ribeirinha e os Programas Saúde na Escola e Academia da Saúde.

A vigilância em saúde tem como objetivo a análise permanente da situação de saúde da população para a organização e a execução de práticas mais adequadas ao enfrentamento dos problemas existentes, devendo estar inserida no cotidiano das equipes de Atenção Básica (AB). A VAN é parte da vigilância em saúde e foi instituída no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) pela Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990, em seu artigo 6º.

A identificação da situação alimentar e nutricional configura-se como um importante instrumento para o monitoramento da realização do Direito Humano à Alimentação Adequada (DHAA) e da promoção da soberania e da segurança alimentar e nutricional, na medida em que a análise de indicadores de saúde e nutrição expressa as múltiplas dimensões da (in)segurança alimentar e nutricional.

A VAN pode auxiliar gestores e profissionais na garantia do cuidado integral à saúde, subsidiando a elaboração de estratégias de prevenção e de tratamento dos agravos e o desenvolvimento de ações de promoção da saúde e de segurança alimentar e nutricional.

O marco de referência identifica, define e esclarece os conceitos e as metodologias da VAN na Atenção Básica, assim como os contextos dos quais essa prática se origina e se insere atualmente.

Juntamente com o Marco, o Ministério da Saúde, lançou também uma cartilha de “Orientações para Avaliação de Marcadores de Consumo Alimentar na Atenção Básica”. 



A publicação apresenta orientações para a utilização dos novos formulários para avaliação do consumo alimentar a serem adotados na Atenção básica, visando a melhorias no processo de trabalho das equipes. Além disso, possibilita a orientação em relação à produção de indicadores a partir dos dados coletados, subsidiando a análise e a formulação de políticas e as ações de alimentação e nutrição com base na realidade local.

Conheça os materiais em nossa biblioteca clicando aqui e aqui. Leia, divulgue e utilize em sua prática! 


 



Observatório Opsan UNB
facebook
twitter
Layout e programação do site Identidade visual
Faça o ligin para continuar!

clique aqui