Ideias na Mesa - Blog


postado por Ana Maria Thomaz Maya Martins em Sexta-feira, 26 de Setembro de 2014

Assim como a comida, a vida também precisa de temperos pra ganhar sabor.

Essa é a lição que Fanis, personagem principal do filme “O tempero da vida”, aprendeu com o avô, Vasilis, que comanda uma loja de especiarias em Istambul. Vasilis ensina ao neto que alimentos podem despertar muito mais que o paladar em pessoas que sabem apreciar uma boa culinária. Para ele, sentidos como tato, olfato, visão e até mesmo audição se configuram essenciais para a perfeita apreciação de um prato.

tempero

Mas um conflito político, em 1960, entre Turquia e Grécia acaba separando o avô do menino, que se refugia em Atenas com os pais. Na capital grega, o menino cresce instigado a cozinhar ao lado das mulheres de sua família, mas acaba sendo polido pelos próprios pais, que percebem o rumo que o menino está tomando. Dessa forma, Fanis acaba deixando a gastronomia e escolhendo a astronomia para dedicar seus estudos.

Quase quatro décadas depois Fanis espera a chegada do avô na Grécia para um reencontro, mas isso não acontece, pois o avô tem um problema de saúde. Por isso, o neto retorna a Istambul e vive uma verdadeira jornada emocional devido ao reencontro com seu avô e seu primeiro amor.

 vida

O filme de produção grega/turca e lançado em 2003 é baseado nas experiências pessoais do diretor e roteirista Tassos Bolmetis, que teve que deixar a Turquia na década de 60 por causa de um embate político. 

Para ver o trailler do filme: 



Observatório Opsan UNB
facebook
twitter
Layout e programação do site Identidade visual
Faça o ligin para continuar!

clique aqui