Ideias na Mesa - Blog


postado por Marília Barreto Meneses Pessoa Lima em Terça-feira, 29 de Abril de 2014

“Ser ético é estar disposto a discutir e argumentar em um grande espaço de debate sobre os princípios que queremos respeitar e seguir. No espaço de debate sobre a legalidade da publicidade para o público infantil, o Instituto Alana sempre se manifestou sobre o assunto e diz com clareza como gostaria que a sociedade convivesse. Nesse contexto, surgiu a normativa do Conanda que determina o fim da publicidade para o público infantil na televisão. Nesse sentido, podemos perceber a ética como sendo uma vitória da convivência em detrimento dos interesses singulares/particulares”. 

Em relação à publicidade de alimentos, “as pessoas que são contrárias à regulamentação da publicidade não enxergam que estão delegando às empresas e às agências de publicidade a educação ética e moral dos seus filhos, e ainda acusam os defensores da proibição de descaso em relação ao cuidado das crianças”. Disse o professor Júlio Pompeu (professor de ética da UFES) que também participou do 1º Fórum Prioridade Absoluta – Criança em Primeiro Lugar.

Assista ao vídeo com a opinião do professor Clóvis de Barros Filho sobre Ética e publicidade infantil:

Pensando EAN

Pensando EAN é um espaço para reflexões e citações sobre diversos temas relacionados à Comida, Cultura e Educação Alimentar e Nutricional. O post dessa semana é um debate sobre Ética e publicidade infantil do professor Clóvis de Barros Filho que foi transmitido no 1º Fórum Prioridade Absoluta- Crianças em Primeiro Lugar.



Observatório Opsan UNB
facebook
twitter
Layout e programação do site Identidade visual
Faça o ligin para continuar!

clique aqui