Ideias na Mesa - Blog


postado por Rafael Rioja Arantes em Sexta-feira, 03 de Fevereiro de 2017

No mês de fevereiro o Ideias estará abordando conteúdos relacionados à "Agroecologia e Sustentabilidade", divulgando notícias, compartilhando experiências e atividades nessas temáticas, e para fechar a semana com [Comida na Tela], nós recomendamos o documentário "Mais que Mel".

Uma produção Suíça dirigida por Markus Imhoof e premiada em renomados festivais ao redor do mundo, faz um trabalho investigativo sobre o misterioso e preocupante desaparecimento generalizado de abelhas. Nos últimos 15 anos, um número sem precedentes de colônias de abelhas foram dizimadas ao redor do mundo, mas as causas desse desastre continuam desconhecidas. Dependendo da região, entre 50%-90% das abelhas locais tem desaparecido, e a epidemia ainda está se espalhando de colmeia à colmeia - por todo o planeta.

O título "Mais que Mel" não foi escolhido por acaso, e alerta justamente para as graves consequências que o desaparecimento das abelhas causam. Cientistas criaram um termo para o problema que traduz a severidade dos fatos, "desordem e colapso das colôniaa", e eles tem boas razões para estarem preocupados: 80% das espécies de plantas precisam das abelhas para serem polinizadas. Sem as abelhas, não tem polinização, e frutas e vegetais poderiam desaparecer da face da terra. Apis mellifera (a abelha do mel) apareceu na terra 60 milhões de anos antes dos homens e é indispensável para sobrevivência humana.

Nós devemos culpar os agrotóxicos? Talvez olhar para parasitas como as "varroa mites"? Novos vírus? Estresse provocado pelas viagens? A multiplicação das ondas eletromagnéticas perturbando as nano partículas magnéticas do abdômen das abelhas? Até o momento, parece que a combinação de todos estes agentes tem sido responsáveis pelo enfraquecimento do sistema imune das abelhas.          

Assista ao documentário para descobrir que as abelhas produzem muito mais que mel! 




Observatório Opsan UNB
facebook
twitter
Layout e programação do site Identidade visual
Faça o ligin para continuar!

clique aqui