Ideias na Mesa - Blog


Posts Relacionados com a(tag):memória

postado por Ana Maria Thomaz Maya Martins em Quinta-feira, 20 de Outubro de 2016

É um pensamento que normalmente temos tarde demais: "Lembra como os biscoitos da vovó eram maravilhosos? É uma pena nunca termos aprendido a receita”. E se a sua avó era como a minha, nem mesmo a receita seria suficiente para encontrar a fórmula perfeita, porque ela até seguia a lista de ingredientes, mas também adicionava alguns outros e tinha um modo intuitivo de preparo.

Mas uma família conseguiu gravar as receitas da matriarca - continue a ler para descobrir como essa família capturou técnicas de fabricação de pão de sua mãe e algumas dicas sobre a preservação habilidades culinárias!

O segredo? Um video!

A mãe de minha madrasta era famosa por seus caseiros e pãezinhos de canela - ela fez pão quase todos os dias e sempre tinha um pão para compartilhar com amigos e familiares. Ela era conhecida por fazer as coisas à sua maneira, por isso a família sabia que simplesmente copiar as receitas não seria suficiente para replicar as deliciosas preparações - eles não seriam capazes de dizer exatamente o jeito que ela amassava a massa ou enchia os rolos doces de canela.

Por isso, eles decidiram que seria melhor filmá-la!

Para o Natal daquele ano, a família editou a filmagem e distribuiu cópias em VDs para todos.

Isso não é uma grande ideia? Se você também gostaria de preservar as receitas de um membro da família, aqui estão algumas dicas.

Dicas para gravar receitas!

Gravar receitas pode ser um desafio, especialmente se o cozinheiro se baseia na memória para fazer o prato. Por isso, faça todas as perguntas que vierem à mente e, se você tiver tempo, teste a receita em casa, uma ou duas vezes, e volte para outra rodada de perguntas, antes de finalizar a receita. Cozinheiros que têm o hábito de cozinhar um prato específico por anos e anos tendem a esquecer de passos-chave e como dizer, por exemplo, quando a massa de pão subiu o suficiente, pois para eles existe a o sentimento de que "simplesmente parece certo."

Uma opção ainda melhor é fazer o prato e leva-lo para que o seu ente querido prove e dê um feedback.  “A crosta estava crocante o suficiente ou muito crocante?” “Você esqueceu-se de servi-lo da maneira tradicional?”

E enquanto você está anotando a receita, faça perguntas para fornecer o contexto para o prato - quando e onde ele foi preparado pela primeira vez? Quais são as memórias associadas ao prato?

Ferramentas para gravar as receitas

Com os iPhones de hoje e as tecnologia de smartphones, filmar uma receita e editar as filmagens é mais fácil do que nunca. Você mesmo pode fazer tudo no dispositivo através de alguns aplicativos de edição de vídeo, como os seguintes:

iMovie (grátis, iTunes) - versão App do built-in Mac programa de edição permite que vídeos simples e reboques.

Video Maker Pro (grátis, GooglePlay) - edição básica de vídeo para o Android com corte simples e montagem de vídeo.

Transforme receitas, em livros de receitas de família!

Se você está reunindo várias receitas, por que não incluí-los em seu próprio livro de receitas especial da família? Muitos sites de fotos permitem que você adicione o texto para páginas e também  existem alguns sites de livros de receitas personalizados lá fora, oferecendo o  trabalho de formatação para você:

Heritage Cookbook (HeritageCookbook.com) - Este site oferece seu próprio software com modelos de receita e a capacidade de importar muitas receitas. O pedido mínimo é de 4 livros de receitas, por isso é uma ótima opção para presentear férias e famílias grandes.

Blurb (Blurb.com/Cookbooks) - Este lado específico do livro de receitas do site do livro de auto-publicação da Blurb oferece software livre para importar e formatar receitas, juntamente com layouts e cores personalizadas. A vantagem com Blurb é permitir que amigos e familiares comprem cópias. A Blurb funciona com a Amazon para que possa distribuir um link e até mesmo vender os livros para qualquer pessoa com interesse.

Shutterfly (Shutterfly.com) - Criar livros de receita com modelos neste site popular - uma ótima opção para incluir várias fotos a cores.

Como você grava e preserva receitas para as gerações futuras?

 

Tradução de matéria do site thekitchn.com, por Ana Maria Maya.



postado por Ramon da Silva Rodrigues Almeida em Sexta-feira, 24 de Julho de 2015

Quem não se lembra daquele cheirinho de comida ao fogão da casa de vó? A alimentação nos presenteia com inúmeras memórias boas de nossa vida não é?!

Hoje o [Comida na Tela] resgata essas memórias alimentares por meio de um curta-metragem produzido pelo Grupo de Estudos e Pesquisas em Alimentação e Cultura (GEPAC) da UFRGS com apoio do CNPQ.

A produção aborda os hábitos alimentares presentes em comunidades remanescentes de quilombos no Sul do país, em especial as comunidades da Picada e do Rincão das Almas, no município de São Lourenço do Sul.

O filme nos presenteia com os relatos da Dona Eva Maria e Dona Maria, que contam toda as suas relações e de suas famílias com os alimentos, nos fazendo refletir sobre o comer hoje e o comer de antigamente, apresentando todo um saudosismo alimentar de sua época de criança, além de abordar aspectos da cultura e da tradição alimentar presente nos tempos. 

Os hábitos e práticas alimentares da comunidade são passados de geração em geração entre as famílias e permeiam até hoje entre os moradores do quilombo, demostrando a importância de conservação à cultura negra, grande alicerce e contribuidora da cultura e da culinária brasileira.

 

O curta é recheado com algumas receitas preparadas na hora por moradoras do quilombo, trazendo deliciosas cenas do preparo de pratos típicos da região e de todo sentimento e lembrança que eles trazem. 

 

E o melhor é que temos esse curta-metragem na [Biblioteca do Ideias], veja online:



Observatório Opsan UNB
facebook
twitter
Layout e programação do site Identidade visual
Faça o ligin para continuar!

clique aqui