Ideias na Mesa - Blog


Posts Relacionados com a(tag):Você no Ideias

postado por Maína Pereira em Segunda-feira, 14 de Abril de 2014

Um dos objetivos da rede Ideias na Mesa é valorizar e dar visibilidade às experiências de Educação Alimentar e Nutricional. Toda segunda, aqui no blog, você tem a oportunidade de conhecer experiências que foram publicadas na rede de diversos temas e locais.

Pra quem fez o curso online “Educação Alimentar e Nutricional: uma estratégia para promoção do Direito Humano à Alimentação Adequada”, já conheceu uma das experiências que iremos mostrar hoje: Projeto Semeando Saúde com + Vida no Espaço Escolar. Conversamos um pouco mais com o Elmis Santos, nutricionista que atuou no projeto e que atualmente trabalha no Banco de Alimentos de Campinas. Ele compartilhou suas vivências, desafios e perspectivas em Educação Alimentar e Nutricional. Veja a entrevista:

 

elmis santos

Ideias na Mesa: Você pode nos contar um pouco sobre o Projeto Semeando Saúde com + Vida no Espaço Escolar? Como funciona? Qual o objetivo dele?

Elmis Santos: O projeto Semeando Saúde com + Vida é um trabalho desenvolvido pela ONG + Vida, fruto da necessidade de não somente tratar, mas prevenir doenças crônicas não transmissíveis como: câncer, hipertensão, diabetes dentre outros, melhorando não só o conhecimento, mas o acesso a uma alimentação de qualidade.

O projeto tem como principal objetivo educar crianças sobre a alimentação saudável para evitar doenças. Desenvolvido junto às escolas municipais, o projeto consiste em palestras com fantoches, filmes educativos, plantio de hortaliças, colheita e consumo de alimentos naturais.

IM: Como você acredita que esta experiência contribuiu para a promoção da alimentação saudável?

ES: Estar à frente desse projeto por mais de dois anos foi gratificante não só pelos resultados alcançados, mas pelo interesse demonstrado por outras instituições interessadas em reproduzir a experiência. Isso mostra que, além de ser uma estratégia de promoção da saúde e estímulo ao consumo de alimentos saudáveis, é uma iniciativa sustentável, barata e eficiente na promoção do acesso de indivíduos a um alimento seguro tanto do ponto de vista quantitativo como qualitativo.

Os depoimentos não só de pais, mas também da comunidade escolar, retratam a mudança no padrão alimentar, a adoção de uma alimentação saudável, e principalmente a prática do cultivo de frutas, verduras e legumes no espaço urbano.

IM: Você comentou sobre o interesse de outras pessoas em reproduzir essa experiência. O que as pessoas devem considerar quando quiserem fazer algo semelhante?

ES: Acredito que em qualquer localidade ou espaço social, dá para ser reproduzido sim. É uma iniciativa de alto impacto, resultados relevantes, baixo custo e capaz de transformar para um melhor padrão alimentar das crianças, reduzindo o número de adultos doentes.

Para quem pensa em desenvolver um trabalho semelhante, acredito que não é necessário pensar numa ação grande e com muitos recursos financeiros. Pode perfeitamente começar pequeno, apenas com vontade de fazer a diferença, doação de seu conhecimento técnico e ter um olhar humanizado sobre espaços sociais onde se encontra inserido, fazer um bom planejamento, ir atrás de parceiros e “mãos à obra”.

IM: Atualmente você não faz mais parte do projeto, mas atua no Banco de Alimentos de Campinas (SP). Que outras experiências recentes poderia compartilhar para a rede Ideias na Mesa?

A experiência do banco de alimentos tem sido muito rica, em especial, o contato com agricultores familiares. Pessoas que talvez não tiveram oportunidade de vivenciar o meio acadêmico, mas com o conhecimento natural que tem e sua vontade de produzir um alimento seguro e de qualidade, contribuem para o combate da fome de muitas pessoas.

Essa realidade me impulsionou a me lançar em um novo desafio: desenvolver um estudo junto a agricultores familiares, destinado a compreender a percepção de quem produz, sobre a importância de produzir preservando a natureza. Espero em um período breve trazer não só os resultados desse estudo, como também alguma iniciativa nesse sentido, favorecendo ainda mais o acesso de todos a um alimento seguro e de qualidade.

elmis2

Você no Ideias na Mesa!

E você? Já pensou em aparecer aqui no blog do Ideias na Mesa com sua experiência? Assim como o Elmis Santos, você pode ter a oportunidade de ter sua experiência divulgada. Cadastre suas experiências de EAN e compartilhe com outros usuários suas vivências, ideias e desafios. Vamos fortalecer e qualificar nossas ações pelo Brasil!

Mais informações: ideiasnamesa@unb.br



postado por Marília Barreto Meneses Pessoa Lima em Segunda-feira, 07 de Abril de 2014

Que tal conciliar teoria e prática nas ações de Educação Alimentar e Nutricional (EAN)?

Com o objetivo de proporcionar momentos de discussão, prática e reflexão para promoção da alimentação saudável e da saúde, e ainda valorizar e fortalecer a construção de projetos escolares relacionados ao tema, os estudantes participam de um circuito de EAN.

Os alunos da rede municipal de Belo Horizonte são encaminhados ao Banco de alimentos para participarem de três atividades: oficina de culinária, vídeo com roda de conversa e visita monitorada ao Banco de Alimentos.

Nessas etapas os alunos aprendem sobre: dinâmica de preparo, escolha dos ingredientes e valor nutricional; alimentação e cuidados com higiene; e refletem sobre a questão do combate ao desperdício e valorização dos alimentos.

 Para saber mais sobre essa experiência cadastrada por Adilana de Oliveira acesse: http://www.ideiasnamesa.unb.br/index.php?r=experienciaUsuario/view&id=170

oficinavideobanco 


Você no Ideias na Mesa!      

Em 2014 queremos valorizar ainda mais as experiências de Educação Alimentar e Nutricional cadastradas na rede. Assim como a Adilana de Oliveira e sua equipe, você pode ter a oportunidade de ter sua experiência divulgada aqui no Blog. Cadastre suas experiências de EAN e compartilhe com outros usuários suas vivências, ideias e desafios. Vamos fortalecer e qualificar nossas ações pelo Brasil!

Mais informações: ideiasnamesa@unb.br



postado por Marília Barreto Meneses Pessoa Lima em Segunda-feira, 31 de Março de 2014

Você já pensou em alternativas para reduzir o desperdício de alimentos?

O Banco de Alimentos atua no recebimento de doações de alimentos considerados impróprios para a comercialização, mas adequados para o consumo. Estes são distribuídos gratuitamente às entidades assistenciais que são responsáveis por distribuir os alimentos arrecadados à população, seja por meio de repasse de refeições prontas ou o repasse direto às famílias vulneráveis.

O Banco de Alimentos do município de Ribeirão das Neves além de ser um programa de combate ao desperdício e minimização da fome, também atua como promotor de ações de educação alimentar e nutricional por meio da realização de oficinas de culinária. São fornecidos cursos para os profissionais das instituições cadastradas e beneficiadas pelo Banco de Alimentos onde os participantes aprendem receitas alternativas para aproveitamento integral dos alimentos, por exemplo, utilização de talos, folhas e cascas.

 

Conheça melhor essa experiência cadastrada em nossa rede: 

http://www.ideiasnamesa.unb.br/index.php?r=experienciaUsuario/view&id=152

 

 

Banco de Alimentos

Você no Ideias na Mesa

A nossa rede virtual proporciona um espaço de registro e intercâmbio de experiências de Educação Alimentar e Nutricional. Assim como o Banco de Alimentos de Ribeirão das Neves e sua equipe, você pode ter a oportunidade de ter a sua experiência divulgada no Blog. Cadastre suas experiências de EAN e compartilhe com os outros usuários suas vivências, idéias e desafios. Vamos fortalecer e qualificar nossas ações pelo Brasil.

Mais informações: ideiasnamesa@unb.br



postado por Maína Pereira em Terça-feira, 25 de Março de 2014

Nada melhor que consumir frutas e hortaliças fresquinhas produzidas na sua própria horta de casa. E que tal colocar em prática a produção de uma horta auto sustentável?

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Sul III de Florianópolis após avaliar a composição nutricional da Cesta básica percebeu a necessidade de orientar as famílias para sua complementação com frutas e hortaliças. Seu objetivo foi implantar uma horta interativa e didática com caráter auto sustentável (não dependência externa de sementes, mudas e adubo) que servisse como instrumento de educação alimentar para incentivar o consumo de frutas e hortaliças produzidas no próprio quintal.

Foram selecionadas as plantas com reprodução vegetativa e com possibilidade de replicar em pequenos quintais e pátios, além de variedades que permitissem sementes viáveis da própria planta. Ainda como forma de garantir a qualidade nutricional, as espécies foram selecionadas de maneira a contemplar o GRUPO DAS 5 CORES, que é um guia para escolha de frutas e hortaliças. Alguns exemplos de espécies plantadas foram: maracujá, pepino, couve, cenoura, manjericão, berinjela, tomate cereja.

Conheça melhor essa experiência cadastrada por Angélica Magalhães em nossa rede: http://ideiasnamesa.unb.br/index.php?r=experienciaUsuario/view&id=119

horta autosustentavel

 

Você no Ideias na Mesa

A nossa rede virtual proporciona um espaço de registro e intercâmbio de experiências de Educação Alimentar e Nutricional. Assim como a Angélica Magalhães e sua equipe, você pode ter a oportunidade de ter a sua experiência divulgada no Blog. Cadastre suas experiências de EAN e compartilhe com os outros usuários suas vivências, idéias e desafios. Vamos fortalecer e qualificar nossas ações pelo Brasil.

Mais informações: ideiasnamesa@unb.br



postado por Marina Morais Santos em Segunda-feira, 17 de Março de 2014

Você no Ideias

A equipe de nutricionistas da Prefeitura Municipal de Ananindeua (PA) realizou, na Feira Itinerante da cidade, uma degustação de preparações saudáveis e feitas com partes não convencionais dos alimentos como cascas e talos, combatendo o desperdício. A intenção era alcançar a população e estimulá-la a aproveitar integralmente os alimentos, informando também sobre as propriedades nutricionais deles.

Para isso, as nutricionistas contaram com o apoio dos agricultores da feira, que doaram os gêneros hortifruti utilizados nas preparações que incluíram bolos, sucos nutritivos, cocada e geléias feitas com cascas. As preparações foram expostas em uma barraca na Feira e degustadas pelos visitantes, que também receberam material educativo com receitas, orientações sobre técnicas de seleção e sobre alimentação saudável.

Para saber mais sobre a experiência e conferir também o material educativo que elas usaram, acesse o relato da experiência, compartilhada pela nutricionista Taissa Cristina.

Queremos valorizar ainda mais experiências de Educação Alimentar e Nutricional! Não deixe de cadastrar a sua no nosso site! 



postado por Maína Pereira em Segunda-feira, 24 de Fevereiro de 2014

2014 é o ano da Agricultura familiar e que tal uma experiência que valorize receitas com alimentos desta produção?

A Prefeitura Municipal de Cerro Grande do Sul no Rio Grande do Sul realizou seu primeiro concurso de receitas com a comunidade escolar do município. O objetivo foi incentivar a elaboração de receitas saudáveis, nutritivas e saborosas com produtos da agricultura familiar para integrarem o cardápio das escolas municipais e estaduais, além de valorizar o trabalho das merendeiras.

As receitas participantes foram avaliadas por categoria doce ou salgada e em diversos aspectos como a originalidade, valor nutricional da receita, aproveitamento integral dos ingredientes e uso de ingredientes sustentáveis, sabor, facilidade de preparo, entre outros.

Conheça melhor esta experiência cadastrada na rede pela Chirle Raphaelli: http://ideiasnamesa.unb.br/index.php?r=experienciaUsuario/view&id=279

 

concursodereceitachirle     concursodereceitaschirle2    concursodereceitachirle3


Você no Ideias na Mesa!      

Em 2014 queremos valorizar ainda mais as experiências de Educação Alimentar e Nutricional cadastradas na rede. Assim como a Chirle Raphaelli e sua equipe, você pode ter a oportunidade de ter sua experiência divulgada aqui no Blog. Cadastre suas experiências de EAN e compartilhe com outros usuários suas vivências, ideias e desafios. Vamos fortalecer e qualificar nossas ações pelo Brasil!

Mais informações: ideiasnamesa@unb.br

 



Go to page:
Observatório Opsan UNB
facebook
twitter
Layout e programação do site Identidade visual
Faça o ligin para continuar!

clique aqui