Ideias na Mesa - Blog


Posts Relacionados com a(tag):Você no Ideias

postado por Lucas Ferreira em Segunda-feira, 27 de Outubro de 2014

Profissionais de saúde precisam adquirir conhecimento sobre várias áreas, incluindo sobre Nutrição e Alimentação. Infelizmente, muitos cursos não oferecem a base necesária sobre o tema, e por isso vários profissionais trabalham sem ter noções básicas sobre alimentação humana para orientar e ajudar pessoas a ter uma vida mais saudável.

paginica inicial

Foi pensando nisso que a Universidade de Brasília (UnB) produziu um e-Book como ferramenta para a matéria "Nutrição Humana em Saúde". O livro é composto por vários recursos audiovisuais, incluindo testes e glossários. Mesmo para pessoas que estão começando os estudos em alimentação e nutrição, o livro traz as bases da prática e das orientações para manutenção da saúde e recuperação da doença.

 pagina com quiz

O livro foi avaliado por alguns alunos antes de ser publicado como parte do projeto de doutorado da nutricionista Andreia Torres, que divulgou o desenvolvimento do e-Book como experiência aqui no Ideias na mesa! Você pode checar o livro completo e a descrição do projeto dela neste link.

Você no Ideias na Mesa!      

Todas as segundas-feiras uma experiência publicada na rede é divulgada aqui no blog! Queremos valorizar ainda mais as experiências de Educação Alimentar e Nutricional que acontecem em todos os lugares do país. Assim como a Andreia Torres, você também pode ter sua experiência divulgada aqui no Blog. Cadastre suas experiências de EAN e compartilhe com outros usuários suas vivências, ideias e desafios. Vamos fortalecer e qualificar nossas ações pelo Brasil!

Mais informações: ideiasnamesa@unb.br



postado por Lucas Ferreira em Terça-feira, 21 de Outubro de 2014

Não se deve limitar ações de Educação Alimentar e Nutricional a nenhum grupo de pessoas. Mesmo as comunidades mais distantes são beneficiadas pelos conhecimentos de nutricionistas, quando estes são aplicados no contexto da população. As ferramentas da nutrição são muito flexíveis, e por isso permitem o desenvolvimento de hábitos saudáveis mesmo em realidades que diferem muito da vida nas cidades que tanto conhecemos.

casa piaí

Os integrantes do Projeto de Extensão “Teia de Aranha”, desenvolvido no Instituto Federal do Piauí (Campus São João do Piauí) realizaram uma atividade para alcançar a Comunidade Passagem Nova, que após a construção de uma represa, ficaram ilhados. Desprovidos de abastecimento de água e energia elétrica, seria de imaginar que estas limitações impostas impediriam a atuação de profissionais de saúde no local, mas não foi o que o grupo do Teia de Aranha deixou acontecer.

barco

Depois de rodar meia hora de carro mais uma hora de barco, o grupo chegou à comunidade e realizou dinâmicas e orientações para melhorar as condições de saúde das famílias. Após descobrir as altas taxas de anemia no local, devido à dificuldade de conservação dos alimentos, o grupo desenvolveu orientações específicas sobre o consumo de ferro de fontes vegetais, além de adaptar as orientações do Guia Alimentar para os hábitos alimentares da comunidade.

prática

Mesmo com tantas dificuldades, foi possível estimular a participação e colaboração da comunidade, sendo que eles mesmos ajudaram a desenvolver orientações coerentes com seu estilo de vida. A Educação Alimentar e Nutricional acontece (e deve acontecer) assim: Ajudando populações a encontrar meios de viver uma vida mais saudável, feliz e confortável. 

Você no Ideias na Mesa!   

Todas as segundas-feiras uma experiência publicada na rede é divulgada aqui no blog! Queremos valorizar ainda mais as experiências de Educação Alimentar e Nutricional que acontecem em todos os lugares do país. Assim como o Projeto “Teia de Aranha” do Piauí, você também pode ter sua experiência divulgada aqui no Blog. Cadastre suas experiências de EAN e compartilhe com outros usuários suas vivências, ideias e desafios. Vamos fortalecer e qualificar nossas ações pelo Brasil!

Mais informações: ideiasnamesa@unb.br



postado por Lucas Ferreira em Segunda-feira, 13 de Outubro de 2014

As Feiras de produtos orgânicos, de agricultura familiar ou agroecológicos são excelentes meios de disseminar a produção familiar de alimentos e também de aumentar a disponibilidade de alimentos saudáveis para a população. Mas mesmo em feiras pequenas, o desperdício pós-colheita é grande, na própria feira e na hora de preparar a comida. 

feira de rua agr

Visando a melhor utilização dos alimentos, a Coordenação de Segurança Alimentar e Nutricional da Prefeitura Municipal de Ananindeua - PA, ofereceu para a população alimentos preparados de forma a conscientizar donas de casa e cozinheiras da quantidade e qualidade dos alimentos que são desperdiçados no dia-a-dia. 

lupa na laranja

O foco da experiência foram os alimentos comprados nas feiras, e os ingredientes das receitas preparadas na oficina foram doados por agricultores da região. Todas as pessoas que visitaram a feira puderam experimentar dos alimentos, incluindo crianças que acompanhavam suas famílias.

criança feira

Como resultado da experiência, os participantes levaram para casa o material impresso com receitas e dicas para aproveitar melhor os alimentos, e saíram felizes com os alimentos que provaram! 

Além de incentivar o aproveitamento integral dos alimentos, a feira ainda aumentou a visibilidade dos agricultores familiares locais! Super Legal, não é? Acesse o relato da experiência e saiba mais!

Você no Ideias na Mesa!   

Todas as segundas-feiras uma experiência publicada na rede é divulgada aqui no blog! Queremos valorizar ainda mais as experiências de Educação Alimentar e Nutricional que acontecem em todos os lugares do país. Assim como a Coordenação de SAN da Prefeitura Municipal de Ananindeua - PA, você também pode ter sua experiência divulgada aqui no Blog. Cadastre suas experiências de EAN e compartilhe com outros usuários suas vivências, ideias e desafios. Vamos fortalecer e qualificar nossas ações pelo Brasil!

Mais informações: ideiasnamesa@unb.br



postado por Lucas Ferreira em Segunda-feira, 06 de Outubro de 2014

O mês de outubro é o mês de combate e conscientização sobre o câncer de mama desde 1992. A Doença, que atinge 18% da população mundial de mulheres, tem um índice alto de mortalidade e traz um forte aspecto emocional associado. Felizmente, ela tem cura, prevenção e tratamento.

Visando a transmissão de informações sobre a alimentação voltada para a nutrição de pacientes com câncer, a Rede Feminina de Combate ao Câncer do município de Balneário Camboriú organizou uma oficina para trazer conhecimentos sobre nutrição pra mais perto das voluntárias da rede.

palestra cancer

As voluntárias são responsáveis pela orientação e auxílio de muitas pacientes, e tiveram o desejo de saber mais sobre as recomendações de profissionais de nutrição sobre a alimentação para ajudar ainda mais na recuperação de mulheres em tratamento da doença. A alimentação preventiva também é algo extremamente importante para que as voluntárias consigam inserir a prevenção em todas as casas de mulheres visitadas pela Rede.

palestrante rosa

As nutricionistas Alini Faqueti e Emeline Abreu foram as responsáveis pela oficina, e elaboraram receitas e cartilhas para auxiliar no desenvolvimento das atividades. Cada ingrediente foi cuidadosamente selecionado para auxiliar na nutrição das pacientes em tratamento de câncer, e ao avaliar a experiência realizada, foi perceptível que as participantes agora tem muito conhecimento pra passar adiante sobre o câncer e a alimentação saudável. Você pode conferir os materiais utilizados e muitas fotos no registro da experiência no nosso site!

folheto cancer

Confira a experiência e participe enviando a sua! Não deixe também de conferir mais sobre o Outubro Rosa no site da campanha!

outubro rosa ideias

Você no Ideias na Mesa!   

Todas as segundas-feiras uma experiência publicada na rede é divulgada aqui no blog! Queremos valorizar ainda mais as experiências de Educação Alimentar e Nutricional que acontecem em todos os lugares do país. Assim como a Rede Feminina de Combate ao Câncer do município de Balneário Camboriú, você também pode ter sua experiência divulgada aqui no Blog. Cadastre suas experiências de EAN e compartilhe com outros usuários suas vivências, ideias e desafios. Vamos fortalecer e qualificar nossas ações pelo Brasil!

Mais informações: ideiasnamesa@unb.br



postado por Ana Maria Thomaz Maya Martins em Segunda-feira, 29 de Setembro de 2014

Hoje existem diversos livros que discutem os mais distintos aspectos da alimentação como: aumento das doenças crônicas não transmissíveis, fome mundial, alternativas para uma alimentação mais saudável, o retorno a uma alimentação mais natural, entre vários outros! E esses assuntos têm sido discutidos não apenas por nutricionistas, mas por sociólogos, jornalistas, antropólogos e economistas.

Clube

Pensando na riqueza de conteúdos e discussões que existem hoje, se teve a ideia de criar o clube de leitura "Tempero de Palavras", que por meio de discussão de obras literárias se caracterizasse como um espaço crítico-reflexivo sobre questões atuais da alimentação brasileira e mundial.

O grupo pode ser formado por uma média de 10 pessoas e o cronograma de leitura é definido mensalmente pelo grupo. Cada encontro deve ter um mediador para guiar as discussões e pode se convidadar um professor ou outro profissional especialista no assunto para enriquecer a discussão.

leitura

Algumas sugestões de livros para iniciar o seu grupo são: Em defesa da comida (Michael Pollan), Geografia da Fome (Josué de Castro), O fim dos alimentos (Paul Roberts).

E aí, ficou animado para montar o seu clube?

Para ler mais sobre essa experiência acesse:http://goo.gl/PMC5N6

Você no Ideias na Mesa!      

Todas as segundas-feiras uma experiência publicada na rede é divulgada aqui no blog! Queremos valorizar ainda mais as experiências de Educação Alimentar e Nutricional que acontecem em todos os lugares do país. Assim como o Tempero de Palavras, você também pode ter sua experiência divulgada aqui no Blog. Cadastre suas experiências de EAN e compartilhe com outros usuários suas vivências, ideias e desafios. Vamos fortalecer e qualificar nossas ações pelo Brasil!

Mais informações: ideiasnamesa@unb.br



postado por Lucas Ferreira em Segunda-feira, 22 de Setembro de 2014

Food Revolution Day é um projeto mundialmente conhecido, desenvolvido pelo chef Jamie Oliver. É uma campanha aberta para a participação de qualquer grupo de pessoas que esteja disposta a organizá-lo. Aqui no Ideias, foi registrada pela Nadia Cozzi a versão de maio de 2013, realizada em São Paulo.

FRVDSP

Nesta edição, o Food Revolution Day - SP contou com o apoio de restaurantes, do Slow Food e de vários estabelecimentos locais, como feiras orgânicas e produtores da região.

NAdia frvd

O propósito do projeto é manter e destacar a importância da prática de cozinhar para a realização de escolhas alimentares mais saudáveis. O projeto conta com oficinas de produção de alimentos, rodas de conversa e palestras para combater a obesidade infantil por meio da Educação Alimentar e Nutricional. 

Se quiser contribuir, você pode realizar sua própria atividade de Educação Alimentar e Nutricional, ou se tornar um embaixador e multiplicador do Food Revolution Day! Dá uma olhada no vídeo que foi feito no evento em Brasília: 

 

Você no Ideias na Mesa!      

Todas as segundas-feiras uma experiência publicada na rede é divulgada aqui no blog! Queremos valorizar ainda mais as experiências de Educação Alimentar e Nutricional que acontecem em todos os lugares do país. Assim como o Food Revolution Day, você também pode ter sua experiência divulgada aqui no Blog. Cadastre suas experiências de EAN e compartilhe com outros usuários suas vivências, ideias e desafios. Vamos fortalecer e qualificar nossas ações pelo Brasil!

Mais informações: ideiasnamesa@unb.br



postado por Lucas Ferreira em Segunda-feira, 18 de Agosto de 2014

Ao alcançar idosos com atividades de promoção de saúde, podemos auxiliar no desenvolvimento do país, uma vez que um envelhecimento saudável resulta em aumento da produtividade da população e diminui os gastos do Sistema Único de Saúde com internações e tratamentos, entre outros.

Desta forma, ações de Educação Alimentar e Nutricional voltadas para idosos devem ser estimuladas e promovidas. E foi com esse foco que o Programa de Apoio à Saúde do Idoso (PROASI) foi criado.

idosos

Na experiência registrada pela nutricionista Maria Risoneide, uma equipe do PROASI desenvolveu uma série de atividades para os idosos de Coruripe – Alagoas, visando a construção de novos conceitos sobre alimentação, estética, sexualidade e trabalho.

bolo idososss

Algumas senhoras passaram pelo salão no Dia da Beleza, onde foram atendidas por cabelereiras e manicures. Em outro momento, foi organizada uma oficina de culinária com aproveitamento integral dos alimentos. A equipe também organizou palestras, rodas de conversa e lanches temáticos para o grupo, sendo que os idosos participaram também com seus conhecimentos em cada momento. Confira a experiência completa aqui. (em espanhol)

                 oficina idososdia da beleza 1

Em todo lugar é necessário o acompanhamento da população mais velha. Participe e contribua para a melhora da saúde da sua comunidade. E não se esqueça de compartilhar suas próprias experiências aqui!


Você no Ideias na Mesa!      

Todas as segundas-feiras uma experiência publicada na rede é divulgada aqui no blog! Queremos valorizar ainda mais as experiências de Educação Alimentar e Nutricional que acontecem em todos os lugares do país. Assim como os integrantes do PROASI, você também pode ter a oportunidade de ter sua experiência divulgada aqui no Blog. Cadastre suas experiências de EAN e compartilhe com outros usuários suas vivências, ideias e desafios. Vamos fortalecer e qualificar nossas ações pelo Brasil!

Mais informações: ideiasnamesa@unb.br


 



postado por Ana Maria Thomaz Maya Martins em Segunda-feira, 11 de Agosto de 2014

minha saúde meu tesouro


Projeto realizado por alunos do curso de Nutrição da Universidade Federal de Juiz de Fora teve como objetivo apresentar conhecimentos sobre alimentação saudável para crianças e adolescentes, entre 6 e 17 anos de idade, inseridos em um programa municipal de esportes, com base nos conceitos da Educação Alimentar e Nutricional.

A equipe realizadora do projeto estimulou a mudança de hábitos, apresentando conhecimento sobre como ter uma alimentação saudável. Para isso, apresentaram opções de lanches saudáveis e saborosos; mostraram prejuízos causados por uma alimentação baseada em alimentos com altos teores de sódio, gordura e açúcar; e ainda desvendaram alguns mitos sobre alimentação. 

Pra conhecer um pouco mais sobre o projeto acesse: http://goo.gl/aptVVn


Você no Ideias na Mesa!      

Todas as segundas-feiras uma experiência publicada na rede é divulgada aqui no blog! Queremos valorizar ainda mais as experiências de Educação Alimentar e Nutricional que acontecem em todos os lugares do país. Assim como os alunos do Departamento de Nutrição da Universidade Federal de Juiz de Fora, você também pode ter a oportunidade de ter sua experiência divulgada aqui no Blog. Cadastre suas experiências de EAN e compartilhe com outros usuários suas vivências, ideias e desafios. Vamos fortalecer e qualificar nossas ações pelo Brasil!

Mais informações: ideiasnamesa@unb.br




postado por Lucas Ferreira em Segunda-feira, 04 de Agosto de 2014

Ensinar as crianças a valorizar a produção e a aquisição dos alimentos é essencial para que elas construam atitudes sustentáveis que promovem saúde. Quando bem instruídas, elas se tornam capazes de disseminar pensamentos e melhorar o comportamento da própria família em relação ao alimento.

Circuito Saudável 1

Foi pensando nisso que a Secretaria Municipal do Abastecimento de Curitiba desenvolveu o Circuito da Alimentação Saudável, um projeto de Educação Alimentar e Nutricional que visa colocar as crianças em contato com a produção, compra e preparo dos alimentos.

Nessa experiência, a equipe responsável levou os alunos à uma horta e mostrou como era possível ter a sua própria, dentro da escola ou em casa. Depois, os alunos puderam “comprar”, com dinheiro de brinquedo, os alimentos que considerassem adequados no seu orçamento. Os nutricionistas finalizaram o circuito com uma oficina de receitas saudáveis, que todos puderam experimentar.

 

Os alunos ainda receberam uma cartilha sobre alimentação saudável para levar pra casa, com as receitas preparadas na oficina. O projeto tem sido aplicado em todas as escolas da Rede Municipal desde 2010, com requisições de várias instituições desde então.

Ideia muito legal, não é? Você também pode levar esse projeto para sua escola, adaptando-o à sua cidade. A base do projeto é está nesta foto, e você pode acessar todo o registro aqui.Circuito 2

Só não deixe de compartilhar os resultados com a gente, e mãos à obra! 

Você no Ideias na Mesa!      

Todas as segundas-feiras uma experiência publicada na rede é divulgada aqui no blog! Queremos valorizar ainda mais as experiências de Educação Alimentar e Nutricional que acontecem em todos os lugares do país. Assim como a Secretaria Municipal do Abastecimento de Curitiba, você também pode ter a oportunidade de ter sua experiência divulgada aqui no Blog. Cadastre suas experiências de EAN e compartilhe com outros usuários suas vivências, ideias e desafios. Vamos fortalecer e qualificar nossas ações pelo Brasil!




postado por Lucas Ferreira em Segunda-feira, 28 de Julho de 2014

Para realizar ações de EAN com crianças, é necessário entrar em seu universo e usar a linguagem certa para trazer interesse e atraí-las para o conteúdo apresentado. Para isso, existe uma infinidade de recursos disponíveis, que devem ser usados de forma a ajudar os pequenos a levar aquela informação para toda a vida.

Pensando na importância de conhecer e gostar de frutas e hortaliças, a CEAGESP (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo) desenvolveu um material com receitas e brincadeiras que ajudam professores a levarem às crianças um novo rosto para os vegetais mais “rejeitados” do cardápio.

Beringelas

Usando histórias, quebra-cabeças, “liga pontos”, operações matemáticas e imagens para colorir, os professores podem usar o material da Escola do Sabor em aulas de qualquer disciplina para aproximar as crianças do processo de produção de alimentos e incentivar a inclusão destes alimentos no cardápio.

produtos escola sabor

Foi com “Berila, a berinjela” que Lucy, personagem de uma das histórias desenvolvidas, aprendeu que a berinjela é rica em minerais e vitaminas, que ajudam o corpo a funcionar direito. Aproveite o material compartilhado pela Engenheira de Alimentos Fabiane Camara e organize sua própria experiência com a Escola do Sabor. Ao final, volte aqui no nosso site para contar pra gente como foi! 

Você no Ideias na Mesa     

Todas as segundas-feiras uma experiência publicada na rede é divulgada aqui no blog! Queremos valorizar ainda mais as experiências de Educação Alimentar e Nutricional que acontecem em todos os lugares do país. Assim como a CEAGESP, você também pode ter a oportunidade de ter sua experiência divulgada aqui no Blog. Cadastre suas experiências de EAN e compartilhe com outros usuários suas vivências, ideias e desafios. Vamos fortalecer e qualificar nossas ações pelo Brasil!

Mais informações: ideiasnamesa@unb.br



Go to page:
Observatório Opsan UNB
facebook
twitter
Layout e programação do site Identidade visual
Faça o ligin para continuar!

clique aqui