Ideias na Mesa - Notícias - MDSA reafirma compromissos durante encontro internacional


MDSA reafirma compromissos durante encontro internacional
Fonte: MDSA - Quinta-feira, 16 de Março de 2017

Durante a abertura do Encontro Regional para o Enfrentamento da Obesidade Infantil, o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), Caio Rocha, reafirmou o compromisso da pasta em garantir a alimentação saudável das famílias brasileira.

“Enxergamos a nutrição de qualidade como o objetivo a ser atingido, o desfecho de uma política que perpassa pela organização da produção e pelo acesso e disponibilidade dos alimentos saudáveis a todas as famílias”, esclareceu Rocha. Segundo ele, o principal desafio é promover a segurança alimentar e combater a subnutrição, “pois o país já é um grande produtor de alimentos”. 

O secretário também destacou a aprovação do 2º Plano Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Plansan 2016-2019). O documento traz um conjunto de 121 metas e 99 ações estruturadas para responder aos grandes desafios relacionados à melhoria dos hábitos alimentares da população brasileira.

O encontro ocorreu nessa terça-feira (14) e integra a Década de Ação da ONU para a Nutrição (2016-2025), promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU) e liderada pelo Brasil. A década busca fortalecer políticas, programas e investimentos rumo à erradicação da fome e todas as formas de má nutrição no mundo.

Metas – Na solenidade, o Ministério da Saúde lançou três metas que devem ser atingidas pelo Brasil até 2019: deter o crescimento da obesidade na população adulta, reduzir o consumo regular de refrigerante e suco artificial em pelo menos 30% na população adulta, e ampliar em no mínimo de 17,8% o percentual de adultos que consomem frutas e hortaliças regularmente.

Segundo a Pesquisa Nacional de Saúde (2013), mais da metade dos brasileiros está com excesso de peso. A incidência é maior em mulheres (59,8%) do que em homens (57,3%). A obesidade também segue o mesmo padrão. 25,2% das mulheres adultas do país estão obesas contra 17,5% dos homens. O índice mantém a mesma proporção na América Latina. Segundo dados do relatório Panorama da Segurança Alimentar e Nutricional da OMS (2016) 58% da população da América Latina está com sobrepeso e 23% está obesa.

A Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde (2006) sinalizou que 40,5% das crianças menores de cinco anos consomem refrigerante com frequência. Enquanto dados da Pesquisa Nacional de Saúde (2013) apontaram que 60,8% das crianças menores de 2 anos comem biscoitos ou bolachas recheadas. O resultado do mau hábito alimentar é que uma em cada três crianças brasileiras apresentam excesso de peso segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).








Últimas Notícias

Agência da ONU lança livro de receitas adaptadas à mudança global do clima
O retrocesso no controle dos agrotóxicos no Brasil – artigo de Fernando Carneiro
Idec divulga lista de produtos alvos da Operação Carne Fraca Leia mais sobre esse assunto em http:/
Governo pode autorizar agrotóxicos cancerígenos por medida provisória

Observatório Opsan UNB
Layout e programação do site Identidade visual
Faça o ligin para continuar!

clique aqui