SEMANA DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL COMO ESTRATÉGIA DE PROMOÇÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL
Postado 01/02/2017

 
Postado por
Iara Nayara de Barros Matos

Cuite - PB

Organização/Instituição Promotora da Experiência : UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE
Área da Experiência: Educação, Saúde
Niveis Atuacao: Municipal/Local
Setor da Organização/Instituição: Público
Sujeito Idade: De 0 a 10 anos,
Número Aproximado de Participantes da Experiência : 101-500
Sujeito Caracteristica : Estudantes, Professores
Tipo Local: Escola / Creche
Tipo Experiência: Atividade Lúdica e Artística, Dinâmica em Grupo, Exposição, Material Audio-visual, Material Impresso
Temática: Alimentos orgânicos, Alimentação do escolar, Alimentos ultraprocessados / alimentos industrializados, Direito Humano à Alimentação Adequada e Segurança Alimentar e Nutricional , Prevenção/controle de carências nutricionais e desnutrição, Prevenção/controle de obesidade e doenças crônicas não transmissíveis (diabetes, hipertensão, câncer, doenças cardíacas, doenças respiratórias...), Promoção da Alimentação Adequada e Saudável


Sobre A Iniciativa:

O projeto Educação Alimentar e Nutricional no âmbito escolar é composto por estudantes do curso de Nutrição da Universidade Federal de Campina  Grande. Sob  orientação da Profª Ms Vanille Valério Barbosa Pessoa. Tendo em vista que o ambiente escolar é um espaço em potencial para a Promoção da Saúde, o projeto desempenha ações como estratégias para sua promoção e garantia da Segurança Alimentar e Nutricional. O presente relato tem como intuito relatar a experiência e resultados obtidos a partir do desenvolvimento da Semana da Alimentação Saudável, Na escola Tancredo de Almeida Neves.



Passo A Passo:

O cenário da experiência é a escola Tancredo Neves, tendo como alvo os alunos do pré I da educação infantil ao 5° ano do ensino fundamental I, manhã e tarde. As atividades foram realizadas durante cinco dias, e contou com o apoio e contato prévio da direção da escola e de alunos voluntários do curso de Nutrição. As intervenções foram planejadas com base nos parâmetros curriculares nacionais para educação infantil e ensino fundamental e o guia alimentar para a população brasileira.

A Semana da Alimentação Saudável iniciou-se estimulando a criatividade e aptidões dos alunos, no qual no primeiro momento discutimos sobre o que as crianças entendiam por uma alimentação saudável, e logo após, para fixar as ideias, realizou-se uma produção de cartazes realizadas pelos membros do projeto juntamente com os alunos e professores. Durante a produção dos cartazes foram discutidas temáticas sobre alimentação saudável, comida de verdade, alimentos processados e ultraprocessados. Os alunos participaram atentamente de toda a discussão sempre compartilhando conhecimentos e experiências sobre o assunto, finalizando assim a atividade do dia com a distribuição de suas artes pelo pátio da escola. No segundo dia, foi proposto um “Cine Saudável”, com a exibição do filme NUTRIAMIGOS. Logo, foi feita uma discussão com os alunos acerca da temática do filme e sua relação com alimentação. Prosseguindo com as atividades, os extensionistas através da via contação de histórias, encenaram para os alunos a História das Frutas (educação infantil) e a História do Milho (ensino fundamental), fruto do livro Repasto Literário, que tem como autores discentes e docentes do curso de Nutrição da UFCG, campus Cuité. No penúltimo dia, realizou-se uma avaliação nutricional com alunos, a qual foi registrada em cadernetas. Ainda, houve a entrega das cadernetas com a discussão da situação do estado nutricional dos estudantes. Por fim, a Semana da Alimentação Saudável teve como encerramento uma culminância. As crianças realizaram um piquinique ao ar livre, onde foram convidados a compartilhar alimentos não industrializados enquanto dialogávamos sobre comensalidade. Ao final das atividades foram aplicados instrumentos avaliativos: escala hedônica e avaliação escrita na forma de um texto para verificar o grau de aceitação dos envolvidos.



Considerações:

A semana da alimentação saudável proporcionou ao público experiências além da rotina escolar. Como ponto positivo ressalta-se o diálogo com a gestão escolar e a intensa participação dos alunos durante as atividades, as quais possibilitou uma postura crítica, criativa e o desenvolvimento das potencialidades dos alunos. Os professores relataram ter sido uma semana proveitosa, na qual foram perceptíveis o interesse e o entendimento dos alunos sobre assuntos relacionados a alimentação saudável. A partir da análise de dados, foi observada uma boa aceitação por parte dos estudantes. A ação teve a participação de 128 alunos e destes 1,56% assinalaram que detestaram, 1,56% que não gostaram da ação e 3,91% assinalou a opção indiferente. 17,19% e 72,66 % assinalaram que gostaram e adoraram respectivamente. A análise dos resultados obtidos com os alunos indicou também que a presença dos extensionistas na escola durante a semana, parece ter sido bem aceita, dessa maneira, caracterizando as atividades como ações efetivas para a transmissão de conhecimentos sobre nutrição. Além disso, a Semana da Alimentação Saudável possibilitou o estudo da nutrição por meio de diversas e importantes vertentes, como a alimentação e a arte, comensalidade, alimentação e cinema, alimentação e literatura.







Álbum de Fotos da Experiência



* Nenhum arquivo encontrado!


Experiências Relacionadas







Observatório Opsan UNB
facebook
twitter
Layout e programação do site Identidade visual
Faça o ligin para continuar!

clique aqui