Lei de rotulagem de alimentos em gordura trans: análise qualitativa da consulta pública

O objetivo desse artigo foi identificar os atores sociais e as suas contribuições na consulta pública iniciada agosto de 2013, com duração de sessenta dias, e  sobre a proposta obrigatória de rotulagem de alimentos no Brasil, com gordura trans.

Os documentos foram trabalhados a partir de uma análise temática e como resultado, as autoras encontram que 25 atores apresentaram sugestões para a proposta da lei, sendo que a maioria pertencia ao setor da indústria de alimentos. Os temas encontrados foram: falta de conhecimento entre os consumidores sobre a gordura trans; falta de informação sobre gorduras trans em tabelas de composição de alimentos e de infraestrutura para analisar o teor de gordura trans nos alimentos; rotulagem voluntária da gordura trans.

A partir dessa análise, concluiu-se que os participantes abordaram questões importantes, como a necessidade de aumentar o conhecimento dos consumidores sobre gordura trans. Entretanto, houve poucos atores sociais ligados aos interesses dos consumidores que participaram na consulta pública, e isso pode levar a um desequiibrio de poderes nas discussões sobre nutrição no Brasil.

Ver todos os Artigos
Observatório Opsan UNB
facebook
twitter
Layout e programação do site Identidade visual
Faça o ligin para continuar!

clique aqui